O que significa e como evitar a queda de pelo em cães

Atualizado: 8 de Jun de 2018


Em determinados períodos, normalmente a cada semestre, a troca de pelagem dos cães é um processo natural. Da mesma forma, algumas raças, como Golden Retriever, Husky Siberiano e Labrador, apresentam queda de pelos mais acentuada, devido aos pelos mais longos. Mas quando a queda ocorre frequentemente, é sinal de algum desequilíbrio que deve ser investigado.


Além dessas causas naturais, outros fatores que podem ocasionar queda excessiva é a má alimentação (falta de nutrientes). Um animal que consome pouca proteína terá uma pelagem seca e quebradiça. Por outro lado, maiores quantidades de gordura ajudam a fortalecer a pelagem. Os ácidos graxos Ômega 3 e as vitaminas A, B e C são primordiais para um pelo saudável. A ingestão de poucas quantidade de água também pode causar a queda de pelo, pois a desidratação deixa a pele seca e danifica a pelagem.


Em relação a possíveis problemas de saúde, a anemia, transtorno já mais severo causado pela má alimentação, também pode ser uma causa, assim como problemas de ordem hormonal ou emocional, como estresse ou ansiedade. Geralmente, cães que sofrem uma mudança repentina de rotina podem apresentar queda de pelo. Nesses casos, a condição melhora quando o cão retoma seus hábitos tradicionais.


A presença de parasitas ou doenças de pele também provocam a queda, que que os cães sensíveis a picadas de pulgas podem se coçar com frequência, causando queda de pelos na região afetada. A mais comum é a sarna, que tem como sintoma a queda localizada de pelo. Além disso, a pele fica avermelhada devido à irritação. Se for este o caso, é aconselhável procurar imediatamente por um veterinário.


Alguns cuidados podem evitar ou reduzir a queda de pelos, são eles: alimentação equilibrada de acordo com as necessidades da raça, tamanho e condições de saúde do animal; banhos regulares com shampoos específicos para queda; e a escovação constante. É importante utilizar a escova certa para cada tipo de raça e de pelo. Uma escova com cerdas grossas e próximas é ideal para cães com pelo curto, enquanto que uma escova com dentes largos e separados evitam nós em cães com pelagem longa.


O aspecto do pelo reflete a condição física do animal. Quando ele está brilhante e sedoso, significa que o cão está com boa saúde. Porém, se estiver opaco e seco, ele pode estar passando por algum tipo de problema. Uma visita ao veterinário pode detectar problemas a tempo.


Fonte: NOVVA COMUNICAÇÃO


​​​Mundo Animal Rio Preto ​© 2018 

Desenvolvido         Novva Comunicação

  • Whatsapp-Monpla (1)
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon