Pets sofrem com o luto?


Os pets só faltam falar, não é mesmo? E com o convívio é quase que impossível não os considerar membros da família. Se nós sofremos com a partida de entes queridos, será que eles também sofrem e compartilham da mesma dor?

Existem inúmeros casos de cachorro e gatos que invadem velórios, hospitais e se recusam a sair de perto de seus tutores. Muitos desenvolvem depressão após a partida dos tutores ou de animais que faziam parte do convívio diário.

Para ajudar o animal a passar pelo processo de luto é preciso ter paciência. Quando o bicho perde um dos tutores, o ideal é que continue morando na mesma casa, com a mesma família. Nos casos em que o pet vivia só com o falecido, a sugestão é que o leve para morar em um lar com a mesma energia.