Pets e resfriado


Os pets estão expostos a pegar um resfriado e, assim como nós, podem sofrer com indisposições e mal-estar. O termo correto para a doença causada por vírus e bactéria que deixa o cão resfriado é traqueobronquite infecciosa canina - ou tosse dos canis.

Os sintomas do cão resfriado começam com a mudança de comportamento. Nós ficamos debilitados quando resfriados, não é mesmo? Pois eles também ficam. O cão ficará mais quieto mesmo na presença do dono. A coriza surge em seguida, o focinho fica sempre molhado, além da perda de apetite.

Os sintomas mais característicos serão o espirro e a tosse. Nesse estágio, quando é mais fácil de detectar o resfriado, o cão já deve estar bem debilitado e deve ser encaminhado ao profissional especializado. A febre surge quando o resfriado atinge seu age.

Não tente soluções caseiras que nós geralmente experimentamos. Nada de chá e mistura disso com aquilo. Um resfriado canino precisa de veterinário e tratamento apropriado para que se evite casos mais extremos como a pneumonia.

Se não for tratada corretamente, pode se transformar em uma sinusite ou até em uma pneumonia. Por isso, se seu cão apresentar esses sintomas, leve-o imediatamente ao veterinário.

Para prevenir, evite dar banho nos dias mais frios ou escolha um período do dia que seja mais quente para dar o banho. Procure também não tosar no inverno, pois o pelo vai aquecer o cão. E jamais dê remédio de humanos para o seu pet!

​​​Mundo Animal Rio Preto ​© 2018 

Desenvolvido         Novva Comunicação

  • Whatsapp-Monpla (1)
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon