Cachorro e gato juntos: 10 dicas para facilitar a convivência


Você não precisa escolher entre um animal de estimação ou outro


Para criar uma harmonia entre esses dois bichinhos, é necessário que você compreenda que eles possuem comportamentos e temperamentos diferentes entre si.

Separamos algumas coisas que você pode colocar em prática para que a convivência entre gatos e cachorros seja saudável e harmoniosa para todos! Confira:


1 - A apresentação

Depois de preparar a casa para receber os animais de forma igual, chega a hora da apresentação. Escolha um ambiente familiar e tranquilo, tenha ajuda de alguém, deixe um dos pets livres e esteja atento às reações.


2 - Divida o ambiente: um espaço para o cachorro e outro para o gato

É importante separar os espaços de cada um, colocando a comida do gato em um local e a do cão em outro. De início, para facilitar a adaptação, você pode deixar os animais separados para que se cheirem e se conheçam gradualmente. Uma ideia é fazer carinho em um e levar a mão para que o outro cheire, assim eles vão se acostumando um com o outro.


3 - Invista em difusores de feromônios para acalmar os pets

Já existe no mercado pet alguns difusores que liberam essências (feromônios) para acalmar cães e gatos. Esse produto é indicado por comportamentalistas para adaptar os animais e deixá-los mais calmos em diversas situações.


4 - Fique sempre alerta

Isso deve ocorrer especialmente durante os primeiros meses. Fique de olho para perceber se os dois estão confortáveis e se é necessário interromper alguma brincadeira.


5 - Deixe as crianças brincarem

Não deixe de oferecer brinquedos específicos para cada um dos seus pets!


6 - Adestramento pode ajudar

Se mesmo os feromônios não estiverem ajudando na amizade entre cão e gato, você pode buscar auxílio profissional. Alguns pets podem precisar de um adestramento completo, que vai identificar suas inseguranças e trabalhar para que o peludo se sinta mais confortável.


7 - Não deixe o cachorro fazer o gato de brinquedo

Alguns cães ficam tão eufóricos com gatos, que podem ter algumas brincadeiras mais brutas. Como são menores, dependendo da maneira que se brinca, pode ocorrer algum acidente. É importante supervisionar a brincadeira entre os dois!


8 - Considere a idade do gato e cachorro

É importante pensar no nível de energia de cada um antes de adotar ou comprar um novo amigo. A adaptação pode ser mais fácil entre um gato idoso e um cão idoso, por exemplo, já que ambos costumam ser mais calmos. No caso oposto, um cão adulto pode se adaptar facilmente com um felino filhotinho.


9 - Parabenize os pets pelo bom comportamento

O reforço positivo é uma das melhores práticas para quem quer aprender como fazer cachorro gostar de gato e vice-versa. Nele, o pet é recompensado com carinho ou petisco após um bom comportamento.


10 - Dê a mesma atenção para o gato e o cachorro

Quando temos dois peludos em casa, é importante que não haja um pet favorito. Ambos devem receber a mesma atenção e o mesmo carinho dos donos.


É inegável que o nosso lar fica mais alegre e divertido com a presença desses bichinhos. Porém, é preciso ter muita certeza do que quer para cuidar deles de maneira responsável, com muito cuidado, amor e atenção!